Monthly Archives: fevereiro 2009

O Acampamento


O Acampamento,
Olá irmãos, passamos dias de grande alegria em Natal _RN com o Acampseara, o acampamento realizado pelos irmãos da SEARA.
Ao todo estavam reunidos ali aproximadamente 90 pessoas entre acampantes e equipantes.

O que me alegrou muito foi ver o envolvimento dos jovens de diversas localidades, os jovens de Jacaraú tiveram um bom entrosamento com os jovens do Rio Grande do Norte.
Os irmãos ali a frente muito bem animados e dedicados ao serviço que desenvolviam, irmãos preciosos como Joneri, Luciano Marcio e Luciano Camargo entre outros estavam ali se esforçando e preparando para que tudo corresse bem naqueles dias.
Tudo muito bem preparado e dirigido por Deus, as mensagens com o tema COMUNHÃO, foram muito edificantes e OBJETIVAS, houve ali 3 conversões, uma delas da jovem Tatiane aqui de Jacaraú. E dois jovens propuseram renovar seu compromisso com Cristo! Louvamos a Deus por esses jovens!

O laser também, muito ORGANIZADO, e divertido e muito saudável, todos participaram e se alegraram muito.
Destaco aqui a participação do jovem irmão Bastos (62 anos) que foi conosco, ele nos surpreendeu com o envolvimeto nas atividades desenvolvidas.

Encerro aqui agradecendo a Deus, pela vida dos irmãos ali do Rio Grande do Norte, que tem feito um trabalho grandioso aos olhos do Senhor, mesmo que as vezes enfrentam oposição de muitos, mas Deus sabe da dedicação dos irmãos. Teria muito mais a falar, mas sabe ore por esses irmãos, com quem queremos estreitas cada vez mais os laços fraternos.
Abraço a todos!

Acampamento em Natal

Estamos indo na manhã deste sábado para Natal participar do acampamento ali com os irmãos.
O tema será muito oportuno “COMUNHÃO“.
Iremos 15 pessoas aqui de Jacaraú, retornamos na quarta feira pela manhã. Conto com as orações dos irmãos, por aqueles dias ali.
Abraço a todos!

O culto da Várzea

Olá!!

Pois é ontem tivemos mais um culto no Sítio.

Foi muito bom, o número de pessoas constante.
Falamos sobre o crer e ser baizado. Alguns ali já são convertidos e necessitam tomar essa decisão importante na vida cristã.
Abraços,

Culto de terça na casa da irmã Carminha

Olá!

Nesta terça realizamos um culto na casa da irmã Carminha, foi um momento agradável. Pois estavamos reunidos um grupo bom de pessoas, louvamos a Deus muito alegres e depois compartilhamos a Palavra.

A irmã, que é viuva, estava muito feliz em nos receber ali.

Abraço a todos,

Missionário: herói ou vilão

NÃO USO O BLOG PARA POSTAR MENSAGENS, MAS ESSA GOSTARIA QUE TODOS OS AMIGOS E IRMÃOS REFLETISSEM UM POUCO…

Em vista disso assistindo e analisando o filme Linha Vermelha, pude fazer um paralelo entre a guerra dos homens (humana) e a vida do missionário no campo que não deixa de ser uma guerra só que a nível espiritual e emocional.
Gostaria de tratar do tema stress missionário, como ele acontece e como é vivenciado e tratado (ou não). Na guerra do filme, os soldados estão expostos ao medo. Medo de ser atacado de surpresa pelo inimigo, de ser morto, de ser feito prisioneiro. É um constante estado de alerta. No campo missionário é o medo do desconhecido, medo do fracasso, de não conseguir se adaptar, de desempenhar bem o que a igreja e a missão esperam dele, muitas vezes medo de si mesmo, isto é, do que este vai descobrindo de si , limites, defeitos. Na medida em que o missionário começa e entrar em contato com esta realidade, vai se fragilizando. Ao mesmo tempo a consciência de que é pecador e sujeito a erros, limitado traz insegurança. Tudo isto leva ao stress e por consequência muitas vezes à depressão, onde o missionário se sente desamparado. Além disso ainda há um inimigo invisível, que como coloca bem a Palavra, ruge ao derredor como um leão procurando uma presa para devorar (I Pe.5:8).
Segundo Martin Seligman, fatores como: insucesso no trabalho, morte de um ente querido, rejeição ou separação de amigos e pessoas amadas, doenças, dificuldades financeiras, confronto com problemas insolúveis e envelhecimento causam não só a depressão como levam a pessoa a um profundo sentimento de desamparo. Para Seligman a pessoa acredita ou aprendeu que não há solução para sua vida, ela não tem como aliviar o sofrimento, daí se crer desamparada.
Estes fatores juntos e as vezes alguns deles são comuns no campo missionário, o problema é a intensidade com que isto é vivenciado e creio que isto é pelo contexto em que o missionário está inserido. O fato de ter saído de seu país é o primeiro fator determinante que gera isto.Por conta disso as emoções se intensificam, os limites aparecem com força.O fato é que no seu próprio país ele consegue lidar melhor com certos limites.
A recompensa do soldado no filme é a medalha de condecoração, para o missionário…., certamente não é deste mundo e se for é a certeza que vive pela graça de Deus e depende dela em tudo. Parece que o homem só consegue experimentar o amor e a graça de Deus quando está “nú”. E este estado de nudez dói, assusta, causa medo, mas traz profundas transformações de vida e de caráter. Por outro lado, as cicatrizes marcam e causam uma dor emocional muito grande. A guerra fragiliza alguns e endurece outros. De qualquer forma quem está nestas condições precisa de ajuda, apoio, compreensão, espaço para se expressar. É triste ouvir um missionário dizer que era mais feliz quando não era missionário. Creio que isto são coisas preocupantes.
Os estudos já realizados apontam que o fator que mais aparece como determinante no retorno precoce do missionário do campo são os problemas de relacionamentos interpessoais, principalmente com líderes, um dado relevante a se considerar. Que o missionário está sujeito a um stress muito grande não há dúvidas, o problemas é como isto é tratado.
Por que o missionário quando tem problemas no campo não consegue se abrir para o seu lider, seja de campo, missão ou mesmo líderes de sua igreja? Será que ele tem espaço para isto?
Ele vai ser compreendido ou julgado? Creio que nós cristãos somos muito duros uns com os outros no nosso julgamento.
Na verdade o missionário se vê numa posição muito difícil, pois dele se espera bom desempenho no ministério. Particularmente penso que os líderes de campo, missão, igreja, deveriam estar mais sensibilizados e preparados para receber seus missionários, não só para ouvir as vitórias do campo, mas também, as derrotas, as quedas. O missionário deveria ter um espaço para expor suas feridas sem preconceitos ou prejulgamentos.
Acredito que existem pessoas que não são tratáveis e ensináveis, mas seria bom detectar as que são e tratá-las.O contexto de campo missionário no Brasil, ainda é muito teórico e pouco prático. Oxalá um dia isto mude.
Tenhamos sempre em mente que Deus é quem vocaciona. E Ele vê diferente do homem. Graças as Deus por isso, pois Ele escolhe o fraco para moldá-lo segundo seus propósitos e também para escandalizar os fortes. Deus não julga segundo a aparência, mas vê o coração (I Sm.16:7).
Missionário, herói ou vilão… depende de quem julga. Para nós missionários, somos apenas seres humanos sujeitos a acertos e erros.

Final de Semana

Oi gente!

Neste final de semana aqui tudo correu bem.

No Sábado nó tivemos uma boa reunião, o Leandro abriu e eu preguei, várias pessoas presentes. e depois tivemos nossa reunião de jovens, com boa participação de jovens e com um assunto muito bom para os jovens.

No Domingo, o Alex pregou e eu dirigi os louvores. O salão estava quase cheio, foi muito bom, o pessoal do Sítio veio e passamos bons momentos juntos.

Terça feira a reunião é na casa da irmã Carminha.

Abraço,

A quarta feira

Olá!
Nesta quarta feira nó realizamos mais um culto em Várzea Comprida,

Como sempre fazemos, passamos a tarde lá pra fazer alguns convites e arrumar a casa de farinha para ralizar o culto,
Foi muito bom, FICO PENSANDO EM QUANDO PUDERMOS CONSTRIUR NOSSO SALÃO LÁ!
E assim poder reunir mais vezes durante a semana.
A noite muitas pessoas presentes, a comunidade está sempre participando das reuniões, o Alex fez a abertura, meu pai trouxe uma palavra e eu preguei depois!
No final tivemos a confraternização,
Oremos por aquele lugar e lembremos de orar por algumas familias:
FAMILIA DA IRMÃ DEDÉ, QUE ESTA SENDO AMEAÇADA POR LADRÕES.
POR LEONARDO FILHO DO IRMÃO MANOEL BENTO.
E POR CONVERSÕES DAS JOVENS: JULIANA, LUCIANA E ANA PAULA, que sempre reunem conosco.
abraço a todos!!

O culto em meu lar

Oi irmãos,

Nesta terça feira realizamos aqui em casa um culto, sempre fazemos as terças um culto nos lares e desta vez foi aqui em casa, e aproveitamos agradecer a Deus por estar em nossa casa própria, uma benção de Deus.
Mas foi muito bom, reunimos em quase 0 pessoas, os vizinhos vieram, os irmãos também.

A palavra esteve com o irmão Alex, trouxe um boa palavra a todos presentes.
Somos gratos a Deus por tudo!

Abraços,

Culto em Tanque Dantas

Na sexta feira,
Fomos ao tanque Dantas, esse Sítio fica já quase na divisa com o estado do Rio Grande do Norte.
Foi muitas pessoas,
Tudo começou com alguns contra-tempos, haviamos contratado um veiculo para o transporte mas ele não apareceu, falta de responsábilidade. Então em cima da hora o Alex conseguiu um outro, atrasamos mas deu tudo cereto.
Lá eramos 58 pessoas reunidas para ouvir a palavra de Deus.
Todos alegres e animados na presença do Senhor.
Oremos por aquela localidade para que mais almas possam chegar ao conhecimento de Cristo como Salvador.
Abraço a todos!

O culto na Várzea

Oi irmãos,

Estou de volta, depois de alguns ausente…meu computador deu problema novamente dessa vez foi a placa mãe e o processador…o prejuizo foi enorme…Mas apenas prejuizo financeiro, pois os dados estavam em outro hd.

Mas falando do culto de quarta, foi muito bom.
Aqui está chovendo, pensei que não ia haver culto, pois o dia começou com muita chuva. Mas o tempo firmou e realizamos o culto lá.
As estradas estavam com muita água. Veja as fotos das estradas.
E tem mais….ainda pegamos manga lá atarde….que coisas mais bonita… e saborosa também…

A noite a reunião foi muito boa, com muitas pessoas presentes.

Louvemos a Deus por tudo!
HOJE TEM CULTO NO SÍTIO TANQUE DANTAS, NA DIVISA COM O RIO GRANDE DO NORTE.

Abraço e depois eu posto sobre o culto de hoje!